Sinfônica leva concertos gratuitos a Santa Bárbara D’Oeste e Atibaia

As apresentações acontecem nesta sexta, 4, no Teatro Municipal Manoel Lyra de Santa Bárbara d’Oeste e sábado, 5, no Teatro do Centro de Convenções em Atibaia, às 20h.

A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas dá continuidade às comemorações de seus 90 anos levando música de qualidade em concertos gratuitos pela região. Na sexta-feira, 4 de outubro, às 20h, a apresentação será no Teatro Municipal Manoel Lyra, em Santa Bárbara D’Oeste. No sábado, dia 5, no mesmo horário, o evento será realizado no Teatro do Centro de Convenções e Eventos Victor Brecheret, em Atibaia.

Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas comemora aniversário de 90 anos com exibições gratuitas na região. Foto: Divulgação


Sob a regência do compositor e maestro titular, Victor Hugo Toro, e com a presença do solista André Mendes (flauta), o repertório será composto pelas obras “The Mikado, Ouverture” do inglês Arthur Sullivan, “Concerto para Flauta em Ré Maior – Op. 283”, do compositor alemão Carl Reinecke; “Danças Húngaras 2, 4, 5 e 7”, do compositor alemão Johannes Brahms; e “Sangue Vienense Op. 354”, do compositor austríaco Johann Strauss II.

Victor Hugo Toro

Nascido em Santiago do Chile, Victor Hugo Toro realizou estudos de regência orquestral e graduou-se pela Faculdade de Artes da Universidade do Chile. Foi vencedor do II Concurso Internacional de Regência Orquestral – Prêmio OSESP – Organizado pela Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e tem sido convidado a reger as mais importantes orquestras de seu país, tais como as Sinfônicas do Chile, Antofagasta, Concepción, La Serena, Orquestra Clássica da Universidade de Santiago, Orquestra de Câmara do Chile, Orquestra de Câmara de Valdivia e Orquestra Nacional Jovem. Além da OSESP, onde foi regente assistente e apresentou importantes peças do repertório universal, assim como primeiras audições de repertório brasileiro, têm sido convidado a reger a Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, Sinfônicas da Bahia, do Paraná, Porto Alegre, Caxias do Sul, Camerata Antiqua de Curitiba, Sinfônica do Sodre (Uruguai), Filarmônica de Montevidéu, da Universidade Nacional de Cuyo (Argentina), de Rosário (Argentina) e Filarmônica da Universidade Nacional Autônoma do México (OFUNAM).

Junto ao seu importante trabalho com orquestras jovens de seu país, Victor Hugo Toro é também compositor e suas obras têm sido interpretadas por diversos grupos sinfônicos e de câmara. Ele foi escolhido um dos 100 líderes jovens do Chile pelo jornal “El Mercurio” e recebeu uma homenagem da Câmara Municipal de São Paulo pelo seu trabalho em prol da música, da sociedade paulistana e do intercâmbio cultural entre Chile e Brasil. Foi regente principal da Orquestra Sinfônica do SODRE, em Uruguai e regente residente da Companhia Brasileira de Ópera, com quem realizou uma grande tournée de 89 espetáculos por 15 cidades brasileiras. Foi laureado pela Sociedade Brasileira de Artes, Cultura e Ensino com a Ordem do Mérito Cultural “Carlos Gomes” no grau de comendador. Recebeu da Câmara Municipal de Campinas a medalha “Carlos Gomes” pelos relevantes serviços prestados à cidade. Atualmente é diretor artístico e regente titular da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas. 

André Mendes (flauta)

Mestre em Performance Musical pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) sob orientação do prof. Dr. Maurício Freire Garcia. Formado em flauta transversal pelo Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos de Campos de Tatuí-SP, na classe do prof° Edson Beltrami. Estudou na Universidade Estadual de São Paulo (UNESP), entre os anos de 2005 e 2006, sob a orientação de Jean Noel Saghaard, graduando-se posteriormente na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), onde obteve láurea acadêmica.

Integrou a Orquestra Brasileira de Sopros, Orquestra de Câmara da Universidade de São Paulo (USP) e a Orquestra Sinfônica Municipal de Santos. Venceu o concurso jovens solistas da OSPA / 2006. Em 2007 participou de uma série de recitais e master classes na Academie Musicale de Villecroze (França), sob a orientação de Christian Lardé. Atualmente integra a OSPA como 2° flauta e Piccolo. É aluno do curso de bacharelado em flauta transversal da UFRGS. Paralelamente desenvolve intensa atividade como camerista. 

Programe-se

Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas

Data: 4 de outubro (sexta), às 20h.
Local:  Teatro Municipal Manoel Lyra 
Endereço: Rua João XXIII, 61, Centro, Santa Bárbara d’Oeste

Data: 5 de outubro (sábado), às 20h.
Local: Teatro do Centro de Convenções e Eventos Victor Brecheret
Endereço: Alameda Prof. Lucas Nogueira Garcez, 511 ,Vila Thais, Atibaia 

Entrada gratuita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *