Série “Filhos da Pátria” estreia segunda temporada na próxima terça, na Globo

A família Bulhosa está de volta ainda mais ácida e politizada do que nunca, a partir de terça-feira, 8 de outubro, após a “A Dona do Pedaço”

Após uma primeira temporada em que a família Bulhosa desbravava o Brasil pós-independente no ano de 1822, a série foi renova para mais um ano. No segundo ano de “Filhos da Pátria”, que estreia na próxima terça, 8 de outubro, após “A Dona do Pedaço”, traz os mesmos personagens, só que desta vez no início da década de 1930, durante a Era Vargas.

Família Bulhosa de “Filhos da Pátria”. Foto: Divulgação Globo/Paulo Belote


Na trama os Bulhosa estão de volta, mas agora no início da década de 1930, o ano de início da Era Vargas. Apesar de viverem um século à frente, eles mantêm toda a excentricidade característica da família, formada pelo pai Geraldo (Alexandre Nero), a mãe Maria Teresa (Fernanda Torres), o filho Geraldinho (Johnny Massaro) e a filha Catarina (Lara Tremouroux). Veja o trailer!

Vídeo: Divulgação/Globo


Coroada com uma nova roupagem, não só nos figurinos mas também nos cenários, a série continua se destacando pelo humor que transita entre o refinado e o escrachado — uma comédia precisa e exagerada, por vezes, passando um pouquinho do ponto. Sem a necessidade de reapresentar os personagens, o texto de Bruno Mazzeo consegue dar mais profundidade à trama e ser mais ácido, trazendo, inclusive, uma série de referências à política atual. Não se espante com a presença de piadas sobre panelaço, “tchau, querido” e até mesmo a já famosa frase sobre roupas “rosa e azul”.

Dentro do politicamente incorreto, a produção consegue inserir “alfinetadas” que atingem ambos os lados do conflito social e político que se instaurou na época e se repete hoje em dia entre os cidadãos.

O primeiro episódio já está disponível no Globoplay.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *