Clássicos do cinema em preto e branco são os destaques dessa semana do MIS Campinas

Os ingressos são gratuitos e limitados; confira a programação e bom filme.

O Museu de Imagem e Som (MIS) de Campinas inicia nesta terça-feira, dia 8 de outubro, até sábado, 12, uma nova programação repleta de clássicos do cinema assim como seu ciclo de curtas metragens.

Cena do filme “O Grande Golpe” de 1956. Foto: Reprodução/Divulgação


Os destaques dessa semana fica por conta de “Noites de Cabíria”  de 1957 sob a direção de Federico Fellini, “Paisà” de 1946, do diretor Roberto Rossellini, “O Grande Golpe” (1958) de Stanley Kubrick e “Praça Paris” (2017) de Lucia Murat. Confira as respectivas sinopses abaixo e aqui é só chegar, pois, o “#CineÉNaFaixa”.

As sessões têm entrada gratuita. Após as exibições, há bate-papo com a plateia.

Terça-feira, 08 de outubro, 19h

Título: Paulo Freire Contemporâneo
Direção: Toni Venturi.

Sinopse: O documentário “Paulo Freire contemporâneo” retoma as origens das primeiras experiências de alfabetização e de educação popular desenvolvidas por Paulo Freire e mostra como seus pensamento e pedagogia ainda estão presentes nos dias atuais. Este não é só um filme de memória. O documentário mostra situações em que o modelo freireano de ensino é usado hoje em dia. As pessoas desconhecem ações que beberam nessa fonte. O filme atualiza Paulo Freire e mostra como ele fincou raízes em muitos segmentos da sociedade.
Duração: 53 minutos
Classificação indicativa: Livre.      

Quarta-feira, 09 de outubro, 19h

Título:  Paisà
Direção: Roberto Rossellini.

Sinopse: Realizado em 1946, “Paisà” é um filme em seis episódios que narra o avanço das tropas americanas, desde seu desembarque na Sicília, em 1943, até a libertação da Itália, em 1945.  As filmagens seguiram o estilo do seu filme anterior, usando luz natural e atores amadores.  Em “Paisà”, cada episódio é separado por uma narração ‘off screen’, acompanhada do mapa da Itália, onde é mostrado o local onde o próximo episódio terá lugar. Neste igualmente memorável filme, Rossellini consegue mostrar como a guerra se deu na Itália, captando os sentimentos do povo comum, seu heroísmo, seus medos, suas histórias de amor, sua lealdade. Enfim, “Paisà” pode ser considerado como o supremo exemplo do neo-realismo italiano, bem como o segundo filme da famosa ‘trilogia de guerra’ de Rossellini, que começara com “Roma, Cidade Aberta” e terminaria em 1948 com “Alemanha, Ano Zero”. Preto e Branco.
Duração:  125 min minutos 
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 14 anos. 

Quinta-feira, 10 de outubro, 19h

Título: A Lista.
Direção: Hong Sang-soo.

Sinopse: Mihey é uma jovem que está no interior da Coreia do Sul esperando sua mãe resolver umas pendências com o seu tio. Nessas férias inesperadas ela resolve montar uma lista de coisas a fazer pela cidade. Os afazeres parecem se completar sozinhos quando ela conhece um famoso diretor de cinema que está em férias na cidade.
Duração: 29 minutos.
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 12 anos.       

Quinta-feira, 10 de outubro, 19h30

Título: Menina Mulher da Pele Preta – Jennifer 
Direção: Renato Candido Lima.

Sinopse: Jennifer, uma garota de 17 anos moradora da Vila Nova Cachoeirinha, manipula suas fotos no Photoshop para ficar “mais bonita” em sua concepção: com a pele clara e cabelos lisos. Num momento de sua vida em que se torna adulta, procura emprego, procura se relacionar com alguém que ela ame, Jennifer vive dilemas relativos a sua identidade numa sociedade que está calcada nos significados de branquitude.
Duração: 30 minutos

Título: KBELA
Direção:
Yasmin Thayná.

Sinopse: Na indústria cinematográfica, mulheres negras sempre foram retratadas com cabelos alisados, promovendo um embranquecimento de suas características para agradar um público acostumado com personagens naturalmente brancos. No entanto, a diretora Yasmin Thayná resolve abandonar toda essa dinâmica conservadora e empodera mulheres negras através de seus cabelos crespos, uma das principais características da etnia negra e que deve, sempre, ser celebrada.
Duração: 22 minutos
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 14 anos.         

Sexta-feira, 11 de outubro, 15h

Título: Noites de Cabíria 
Direção: Federico Fellini 

Sinopse: Cabíria (Giulietta Masina) é uma jovem romântica e ingênua que se prostitui para sobreviver. Mesmo enfrentando muitas dificuldades, ela demonstra uma confiança impressionante e sonha com o verdadeiro amor enquanto sofre constantes desilusões amorosas. Preto e Branco.

Duração: 110 minutos
Classificação indicativa: Livre.            

Sexta-feira, 11 de outubro, 19h

Título: O Homem que virou suco
Direção: João Batista de Andrade

Sinopse: Deraldo (José Dumont) é um poeta popular recém-chegado do Nordeste a São Paulo, que sobrevive de suas poesias e folhetos. Ele é confundido com o operário de uma multinacional que matou o patrão, na festa em que recebia o título de operário símbolo. Deraldo, então, recorre ao verdadeiro assassino, a única pessoa que pode provar sua inocência. O longa foi premiado como Melhor Filme no Festival Internacional de Moscou; Melhor Ator (José Dumont) no Festival de Nevers (França); Prêmio da Crítica no Festival Internacional de Huelva (Espanha); Melhor Roteiro, Melhor Ator (José Dumont), Melhor Ator Coadjuvante (Denoy de Oliveira) no Festival de Gramado; Melhor Roteiro, Melhor Ator (José Dumont) no Festival de Brasília; Prêmio São Saruê da Federação dos Cineclubes do Rio de Janeiro.
Duração: 95 minutos
Classificação indicativa: Livre.

Sábado, 12 de outubro, 15h40

Título: Minha Querida Rosetta 
Direção: Yang Hae-hoon.

Sinopse: Um homem de bicicleta persegue uma jovem. Por que será?. 
Duração: 10 minutos
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 12 anos.       

Sábado, 12 de outubro, 16h

Título: Praça Paris 
Direção: Lucia Murat.

Sinopse: Rio de Janeiro. Camila (Joana de Verona) é uma terapeuta portuguesa que trabalha na UERJ, onde atende Glória (Grace Passô), ascensorista da universidade. Ao longo das sessões Camila se depara com uma realidade bastante violenta, já que Glória foi estuprada pelo próprio pai quando criança e seu irmão, Jonas (Alex Brasil), é um perigoso bandido que está na prisão. Cada vez mais assustada com os relatos que ouve, ela se sente ameaçada ao mesmo tempo em que Glória passa a vê-la como algo essencial em sua vida.

Duração: 118 minutos
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 14 anos.         

Sábado, 12 de outubro, 19h30

Título: O Grande Golpe
Direção: Stanley Kubrick.

Sinopse: Johnny (Sterling Hayden) é um ladrão que acaba de ser solto de Alcatraz após ter passado cinco anos preso. Agora, ele vai se casar e pretende levar uma vida mais calma. Porém, antes, planeja seu último golpe: um assalto a uma pista de corrida de cavalos. Preto e Branco.
Duração: 85 minutos
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 14 anos. 

Programe-se

Local: Museu da Imagem e Som Campinas (Palácio dos Azulejos) – Rua Regente Feijó, nº 859, no Centro.
Informações: (19) 3733-8800.
Entrada gratuita (32 lugares)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *