Clássicos de todo o mundo estão no ciclo de cinema do MIS em agosto

Os ingressos são gratuitos e limitados; confira a programação e bom filme.

Onde assistir ao clássico do diretor Glauber Rocha, ” O Leão de Sete Cabeças” de 1973, ou de Luchino Visconti, Sedução da Carne” e
“A Lista de Schindler” de Steven Spielberg? Ou ainda uma seleção que mapeia o mundo cinematográfico de forma diversificada?

” O Leão de Sete Cabeças” de Glauber Rocha. Foto: Reprodução/Divulgação

Em agosto, o Museu da Imagem e do Sim (MIS) de Campinas apresenta seu ciclo de filmes com longas e curtas de tirar o fôlego. Confira as respectivas sinopses abaixo e aqui é só chegar, pois, o “#CineÉNaFaixa”.

As sessões têm entrada gratuita. Após as exibições, há bate-papo com a plateia.

Confira a programação:

Quinta-feira, 1º de agosto, 19h30

O Leão de Sete Cabeças 
Direção: Glauber Rocha

Sinopse: Glauber Rocha comenta essa produção de 1970. “É uma história geral do colonialismo euro-americano na África, uma epopeia africana, preocupada em pensar do ponto de vista do homem do Terceiro Mundo, por oposição aos filmes comerciais que tratam de safáris, o tipo de concepção dos brancos em relação àquele continente. É uma teoria sobre a possibilidade de um cinema político. Escolhi a África porque me parece um continente com problemas semelhantes aos do Brasil”, explica o cineasta. Primeiro trabalho de Glauber Rocha no exílio, o filme “O Leão de Sete Cabeças” foi gravado na República do Congo, de forma experimental. O enredo aborda uma história alegórica sobre a dominação e a exploração do continente africano.  
País: Itália/França.
Ano: 1970
Duração: 103 minutos
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 14 anos.      
 

Sexta-feira, 2 de agosto, 15h

Sedução da Carne 
Direção: 
Luchino Visconti
  
Sinopse: Veneza, 1866. O movimento pela unificação da Itália está prestes a iniciar a guerra pela libertação da região, então ocupada pela Áustria. A Condessa Livia Serpieri (Alida Valli), prima do Marquês Ussoni (Massimo Girotti), um dos líderes da resistência, é seduzida e apaixona-se perdidamente pelo tenente austríaco Franz Mahler (Farley Granger). Pelo relacionamento, ela passa por cima de casamento, família, honra e pátria.  
País: Itália
Ano: 1954
Duração: 118 minutos
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 14 anos.    

Sexta-feira, 2 de agosto, 19h

Zone 
Direção: Takashi Ito

Sinopse: O filme apresenta um homem sem rosto e cujos braços e pernas estão amarrados com cordas, e uma série de cenas que expressam memórias, pesadelos e imagens violentas. Experimental.  
País: Japão.
Ano: 1995
Duração: 13 minutos
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 14 anos.    

Sexta-feira, 2 de agosto, 19h30

A Lista de Schindler
Direção: Steven Spielberg

Sinopse: O alemão Oskar Schindler (Liam Neeson) viu na mão de obra judia uma solução barata e viável para lucrar com negócios durante a guerra. Com sua forte influência dentro do partido nazista, foi fácil conseguir as
autorizações e abrir uma fábrica. O que poderia parecer uma atitude de
um homem não muito bondoso, transformou-se em um dos maiores casos de amor à vida da História, pois este alemão abdicou de toda sua fortuna
para salvar a vida de mais de mil judeus em plena luta contra o extermínio alemão. Baseado no romance homônimo de Thomas Keneally. Vencedor de 7 Oscars, entre eles, Melhor Filme, Direção e Roteiro Adaptado.  
País: EUA.
Ano: 1993
Duração: 197 minutos
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 12 anos.    

Sábado, 3 de agosto, 15h40

Takashito + Isis
 

Sinopse: Uma combinação da música “Hall of the Dead”, do ISIS, do álbum “Wavering Radian”, com trechos de três filmes do Takashi Ito: “Apparatus M”, “Monochrome Head” e “A Silent Day”. Experimental.  
Duração: 8 minutos
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 12 anos.
 

Sábado, 3 de agosto, 16h

Menino 23
Direção: Belisario Franca
Sinopse: A partir da descoberta de tijolos marcados com suásticas nazistas em uma fazenda no interior de São Paulo, o filme acompanha a investigação do historiador Sidney Aguilar e a descoberta de um fato assustador: durante os anos 1930, 50 meninos negros e mulatos foram levados de um orfanato no Rio de Janeiro para a fazenda onde os tijolos foram encontrados.  
País: Brasil.
Ano: 2016
Duração: 79 minutos
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 12 anos.      

Sábado, 3 de agosto, 19h30

Campada Maria
Direção: Danilo Dias de Freitas

Sinopse: A Campada Maria – vilarejo no norte da Guiné-Bissau – decide reunir forças para viabilizar um sistema de irrigação mais eficiente para sua horta comunitária. Com o suporte do programa de cooperação científica entre o Brasil e os países da África, o PROÁFRICA, um grupo de esquisadores brasileiros e guineenses ajudam a comunidade nesta empreitada. No transcorrer deste processo, o espectador descobrirá não só as potencialidades da pesquisa em torno das tecnologias de baixo impacto ambiental, mas as características de uma sociedade multi-étnica e marcada pela tardia independência colonial.  
País: Brasil.
Ano: 2019
Duração: 104 minutos
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 12 anos.      

Programe-se

Local: Museu da Imagem e Som Campinas (Palácio dos Azulejos) – Rua Regente Feijó, nº 859, no Centro.
Informações: (19) 3733-8800.
Entrada gratuita (32 lugares). 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *