Campanha de Popularização do Teatro prossegue neste final de semana

Com programação infantil, às 15, e adultos às 21h, as apresentações acontecem no Teatro Castro Mendes; confira!

A Campanha de Popularização do Teatro, que teve início no dia 8 de janeiro, prossegue neste fim de semana, no Teatro Castro Mendes, com espetáculos que trazem a diversidade estética. Nesta sexta, 24, e sábado, 25, ambos às 21h, o grupo de Teatro Evolução apresenta o clássico de Ionesco, “A Cantora Careca”. 

Cena de “A Cantora Careca”, do Grupo de Teatro Evolução. Foto: Divulgação


À primeira vista parece uma história simples de dois casais, uma empregada e um bombeiro, que têm diálogos incoerentes. Foi com este tema que a peça marcou a dramaturgia mundial e foi conceituada como a primeira peça do Teatro do Absurdo, em 1950.  Esta é a segunda montagem da peça realizada pelo diretor e ator do Evolução, Jonas Lemos. A primeira foi em 1977, em pelo período da ditadura militar. 

Jonas aposta novamente nesta dramaturgia pela sua atualidade. “O texto que se diz absurdo é o real da nossa vida, das nossas emoções, da política. Trata das questões humanas, mostra a dificuldade que temos em nos comunicar”, afirma. Os diálogos usam uma linguagem que apresenta, a princípio, um desencontro de informações e de emoções, criando mentiras e ilusões. “O perigo das mentiras ditas como verdades absolutas, é exatamente o que estamos vivendo, a era da fake news”, lembra Jonas. 

Com formação de dois elencos, que se alternam nas apresentações, a nova montagem também representa para o diretor, amante do Teatro do Absurdo, um desafio de criatividade. “O que é muito instigante, pela dificuldade do texto e por retratar a essência humana. Quem for assistir vai perceber isso”, declara Jonas. O elenco reúne os atores Delma Medeiros, Joaquim Andrade, Joel Barboza, Jonas Lemos, Leidy Braz, Luciane Aranha, Ramiro Lopes e Rita Lunardi.

No domingo, 26, às 19h, o grupo de Estúdio Cênico apresenta “Rosas, No Meio da Travessia”. Explorando a poesia e a atmosfera do escritor brasileiro Guimarães Rosa, o grupo embarca por memórias, contos e travessias, tudo isso embalado pelas lindas músicas de Milton Nascimento cantadas ao vivo.

Estúdio Cênico apresenta peça baseada em Guimarães Rosa. Foto: Divulgação.

Infantil

Para o público infantil, a Campanha de Popularização do Teatro também traz uma programação caprichada e inventiva.

Nesta sexta, às 15h, a atração é “Eu acho que Vi o Lobo”. A peça narra as aventuras de um Lobo atrapalhado que cresce na floresta sozinho, abandonado por todos. Para sobreviver diante de um mundo tão hostil, ele decide se tornar mau e praticar sua maldade por toda a parte sem, contudo, conseguir seu intento. 

O espetáculo “AsSombrasSão” será apresentado no sábado e domingo às 15h.
Foto: Divulgação


Reconstruindo histórias clássicas como Chapeuzinho Vermelho, Os três Porquinhos, entre outras, o espetáculo possui cenas de cinema gravadas e exibidas ao público, além de teatro de sombras e música ao vivo.

O elenco é formado por Wagner kampynas, Dayane Darrigo e Kaito Prado, o qual, também assina o roteiro e direção. Trilha musical de Lucas Matos; som e luz, Vitor Luan. 

No sábado e domingo, também às 15h, a Cia. Histriônica de Teatro apresenta “AsSombrasSão”. A peça foi livremente inspirada no livro infantil “O Teatro de Sombras de Ofélia”, do escritor alemão Michael Ende, mesmo autor de “A História Sem Fim”. 

O espetáculo conta a saga de uma menina que é levada para uma aventura em um mundo fantástico para ajudar sua avó, que aos poucos começa a perder algumas memórias. 

O intuito do grupo é colocar em cena temas como o esquecimento, o amor, o medo e a coragem sem perder o humor, o divertimento e a alegria.

Para dar mais cores e dinâmicas às cenas, o espetáculo conta com muitos momentos musicados, cantados ao vivo pelas atrizes e atores. E se utiliza de elementos do teatro de sombras, os quais ajudam na criação do mundo fantástico em que a personagem vive sua aventura. Tiche Vianna assina a direção cênica, e Marcelo Onofri é o responsável pela trilha e canções originais.

Programe-se

Campanha de Popularização do Teatro

Infantil
Data: de 24 26 de janeiro, sexta a domingo
Horário: às 15h

Adulto
Data:
24 e 25 de janeiro, sexta e sábado
Horário: às 21h

Local: Teatro Castro Mendes (Praça Correa de Lemos, s/n. Vila Industrial. Campinas). Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia entrada), já disponíveis pelo site www.sympla.com.br. Ou na bilheteria informatizada do Teatro Castro Mendes, das 16h às 21h.
Desconto de 50% para compra antecipada até um dia anterior à data do espetáculo, ou apresentação do flyer impresso ou digital no ato da compra, que está disponível no http://campinas.sp.gov.br/governo/cultura/ 
Informações: (19) 3272-9359.

Programação completa Portal Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *